terça-feira, 13 de maio de 2008

Notícias de Maio de 2008

O AgustaWestland AW-129 e o Mi-35 são os finalista para a concorrência de helicópteros de ataque para a FAB. O custo total pode chegar a US$ 500 milhões. As propostas da Bell , Sikorsky e Eurocopter foram descartadas.

A versão Lineage 1000 do jato Emb-190 irá substituir os dois Boeing 737 da FAB. Cada aeronave irá custar US$ 41 milhões com entrega prevista para 2009. As aeronaves serão usadas em viagens regionais.

A EMBRAER vendeu 12 aeronaves Super Tucanos para o Chile e 24 para o Equador com um custo total de US$ 384 milhões incluindo treinamento e apoio logístico. O padrão é semelhante aos Super Tucanos da Colômbia. Na concorrência chilena o Super Tucano venceu o PC-21, o Texan II, o Pampa AT-63, o T-50 coreano e o italiano M-346. O Equador pode encomendar mais outras aeronaves. A Republica Dominicana e a Guatemala também selecionaram o Super Tucano mas ainda não fizeram encomendas. Outros países que podem adquirir o Super Tucano é o México, Emirados Árabes e Indonésia. A empresa americana Blackwater adquiriu uma aeronave para uso civil. O Equador também está interessado em um ou duas aeronaves EMB-145 de alerta aéreo antecipado. Cada aeronave deve custar US$ 80 milhões sem suporte.

A Índia comprou três aeronaves EMB145AGS de reconhecimento terrestre com entrega 2011 prevista para 2011.

A Venezuela anunciou a compra de jatos de treinamento K-8 da China, 10 aeronaves de transporte IL-76, dois IL-78MK de reabastecimento aéreo e 10 helicópteros de ataque Mi-28NE.

A Boeing se retirou da concorrência para substituir os F-5E suíços devido a disparidade do e requerimento com o F/A-18E/F.

A Coréia do Sul comprou mais 21 caças F-15K por US$ 2,3 bilhões complementando a encomenda anterior de 40 aeronaves. As entregas estão previstas para 2010 a 2012. Está é a segunda fase do projeto e a terceira fase pretende adquirir 60 caças de quinta geração entre 2014 a 2019.

O Sri Lanka comprou cinco caças Mig-29 sendo quatro Mig-29SM e um Mig-29UB.

A SAAB mostrou sua nova versão do Gripen chamado Gripen NG. A aeronave é um demonstrador de novas tecnologias e capacidades equipado com a nova turbina F414G com 20% a mais de potencia, capacidade interna de combustível aumentada em 40%, novos aviônicos, radar de varredura eletrônica e maior peso máximo de decolagem.
A Rússia planeja a venda de um pacote de US$ 2,5 bilhões de armas para a Líbia incluindo mísseis S-300PMU2, Tor M1 e Buk M1-2, um esquadrão de Mig-29SMT e um de Su-30MK, e uma quantidade variada de helicópteros Mi-17, Mi-35 e Ka-52.

A Arábia Saudita pretende comprar 40 casulos Sniper XR por US$ 220 milhões para equipar seus caças F-15S.

A Northrop Grumman foi contratada para fornecer a aeronave não tripulada RQ-4N Global Hawk maritimizado por US$ 1.16 bilhões em 89 meses para o projeto Broad Area Maritime Surveillance Unmanned Aircraft System (BAMS UAS). A aeronave será usada para missões de vigilância, reconhecimento e inteligência persistente, podendo operar de forma independente ou junto com aeronaves P-8 Poseidon, ou protegendo a frota, no oceano ou no litoral, detectando alvos de superfície no mar e no litoral e realizando inteligência eletrônica.

Após vários testes de confiabilidade a Lockheed-Martin recebeu aprovação para produzir o Joint Air-To-Surface Standoff Missile (JASSM). Os testes foram contra alvos duros e sistemas de defesa área.

O Pentágono reiniciou o projeto do substituto do míssil Hellfire. Antes seria o JCM (Joint Common Missile) que foi cancelado, mas agora foi reiniciado e chamado JAGM (Joint Air to Ground Missile). O JAGM também irá substituir os mísseis TOW e Maverick. Antes foi estudado o uso dos mísseis Hellfire, SDB e Maverick como substituto do JCM. Já o JAGM terá o dobro do alcance do Hellfire e será equipado com sensor triplo com radar, câmera térmica e laser semi-ativo. A ogiva de 9kg será menos sensível a explosões acidentais. O contrato de desenvolvimento é de 27 meses dado a Lockheed Martin. O custo total deve chegar a US$ 7 bilhões. A previsão para entrar em serviço é 2016. Será disparado pelo Super Hornet, Apach Longbow, MH-60R Seahawk, AH-1Z Super Cobra, UAVs e pelo OH-70 ARH.
A Saab e a Diehl demonstraram a capacidade do míssil RBS-15 MK3 de engajar alvos em terra com sucesso. O míssil foi lançado de um veiculo terrestre e seguiu uma trajetória pré-programada no terreno. O guiamento terminal foi feito por GPS/INS.

A Denel está estudando um projeto de míssil ar-ar de longo alcance guiado por radar para equipar seus caças Gripen. O novo míssil será chamado de T-Darter e irá substituir os R-Darter que serão retirados de serviço junto com os Cheetah. O alcance do T-Darter será bem maior que o do R-Darter.

A US Navy lançou um pedido de proposta para instalar mísseis anti-balístico de curto e médio alcance em alguns de seus navios. A Lockheed-Martin concorre com uma versão com motor maior do PAC-3 Missile Segment Enhancement integrado no AEGIS.

A Rafael mostrou seu novo sistema de defesa anti-torpedo de quarta geração Torbuster lançado de submarino. O Torbuster é usado contra torpedos acústicos e seduz o torpedo após o disparo emitindo um sinal sonoro. O Torbuster sente que o torpedo está se aproximando e explode. O Torbuster é autopropulsado e se distancia do submarino após o disparo. A tecnologia é baseada em sistemas anteriores como o Scutter, Lescut e Subscut.

http://sistemadearmas.sites.uol.com.br/index.html


Um comentário:

Eu disse...

Olá. sou assíduo visitante do seu site.

Percebi que o site http://sistemadearmas.sites.uol.com.br/index.html , direciona automaticamente para o Blog.

No primiro site, informam atualizações de Julho e Setembro, porém, não aparecem estas atualizações no site.

Como faço para visualizar-las.

Valew..... parabens pelo site.